Páginas

10 de out de 2015

INFORMATIVO DO BLOG


 

Você já ouviu a frase "Deus tem um propósito para sua vida."

Porém, pode ser que você não tenha entendido ou acreditado na verdade que há nessa frase, e deve ter pensado: "É, Ele tem para todo mundo". Uma simples pergunta: Você é filho de Deus?
Você já deve ter ouvido que "todo mundo é filho de Deus", mas isso não é uma verdade. Deus, por meio da Sua Palavra, permite-nos entender que são filhos de Deus aqueles que o reconhecem como Pai, ou seja, aqueles que reconhecem que Jesus Cristo é o Filho unigênito que veio ao mundo como homem, morreu, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus e está à destra do Pai.  João 1:12:

Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que crêem no seu nome. Veja que são filhos de Deus todos aqueles que receberam Jesus e crêem no Seu nome.

A partir do momento que você entende que é filho de Deus, se crer em Jesus Cristo, você compreende que Deus é seu Pai. Pergunte ao seu pai ou a sua mãe se antes de você nascer eles fizeram planos maravilhosos e sonharam com sua vida. Creio que eles fizeram, pois os pais sonham com o futuro dos filhos, desejando que tenham uma vida brilhante e façam a diferença em sua geração. Sabe por que os pais sonham? Porque Deus colocou a capacidade de sonhar e imaginar nos homens.

E Deus, sendo seu Pai, também sonhou e construiu um propósito para sua vida muito antes de você nascer. Porém, a diferença entre Deus e seus pais é que Ele é onisciente, ou seja, conhece tudo de todas as pessoas em todos os lugares ao mesmo tempo, já seus pais não são possuem essa capacidade por causa do pecado.

É necessário que você entenda que Deus, por ser onisciente, não erra, não se engana e não se arrepende. Ele criou um propósito maravilhoso para sua vida e, por meio desse propósito, você alcançará a tão procurada felicidade. Lembre-se: Deus, como pai, deseja nos dar o melhor, pois Seu amor e Sua bondade duram para sempre.

Você tem sonhos, todos têm sonhos, mas é possível que você tenha desistido de seu sonho para fazer algo que você achava que não tem nada a ver. Porém, digo a você que Deus tem um propósito único, que tem tudo a ver com o seu sonho. Sabe aqueles pensamentos que sempre vêm a sua mente que mostram a você o porquê da sua existência? Sabe aquele sonho, então, esse sonho faz parte do propósito de Deus para sua vida e Ele quer que você busque alcançar esse sonho obedecendo a Ele e crendo que Ele proverá todas as coisas para você alcançá-lo.

Sabe quando você está no seu trabalho ou em outro lugar e pensa: "Eu deveria estar naquele lugar agora fazendo aquilo que eu sei que fui feito para fazer" ? Deus colocou esse sonho em você. E, na maioria das vezes, você pensa que não e capaz de realizá-lo, mas saiba de imediato que Deus provê todos os recursos para que você o realize. Ele só quer que você creia e dependa totalmente Dele.
Deus tem o melhor para você. 

Veja o que Ele disse em Jeremias 29:11-12 Porque eu sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. E buscar-me-eis, e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração.

Deus, sendo o seu Pai, tem pensamentos de vida e prosperidade para você e é necessário apenas que você o busque orando e lendo a Sua Palavra para conhecê-lo. Capacitá-lo para realizar seu sonho e cumprir o seu propósito já está nos planos de Deus. 

Leia abaixo a história de Jeremias quando foi chamado pelo Senhor para cumprir o seu propósito como profeta: Jeremias 1:4-10

Assim veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Antes que eu te formasse no ventre, eu te conheci; e, antes que saísses da madre, te santifiquei e às nações te dei por profeta. Então, disse eu: Ah! Senhor Jeová! Eis que não sei falar; porque sou uma criança. Mas o Senhor me disse: Não digas: Eu sou uma criança; porque, aonde quer que eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar dirás. Não temas diante deles, porque eu sou contigo para te livrar, diz o Senhor. E estendeu o Senhor a mão, tocou-me na boca e disse-me o Senhor: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca. Olha, ponho-te neste dia sobre as nações e sobre os reinos, para arrancares, e para derribares, e para destruíres, e para arruinares; e também para edificares e para plantares.

Antes de Jeremias se formar no ventre de sua mãe, Deus já o conhecia e, antes que nascesse, Deus já tinha determinado o propósito para a vida dele: ser profeta. Porém, Jeremias sentia-se incapaz e respondeu ao Senhor que não sabia falar e que ainda era uma criança, um menino. Da mesma forma nós agimos, não somos capazes de realizar nada de forma perfeita pelas nossas próprias qualidades e por nossas próprias forças. Mas, preste muita atenção no que Deus faz com Jeremias na sequência desta passagem. Deus capacita Jeremias tocando na boca dele e dizendo: "Eis que ponho as minhas palavras na tua boca." e, além disso, coloca-o sobre as nações e sobre os reinos, dando-lhe uma posição de destaque.

Não se sinta incapaz, pois quando Deus o criou, deu-lhe toda a habilidade para realizar o seu sonho e cumprir o seu propósito. Em seu livro "Os princípios e o poder da visão", o Dr. Myles Munroe diz: "Tudo quanto Deus requer, ele provê. Tudo quanto exige, Ele habilita a fazer". Deus já o capacitou. No caso de Jeremias, Deus o capacitou para que aquele menino falasse por Ele. Você precisa entender que Deus nunca vai lhe chamar para fazer algo para o qual já não lhe deu a habilidade para fazê-lo ou que não vai lhe dar a habilidade quando o tempo chegar.

Por que Deus tem um propósito único e especial para mim? Você acha que não é especial, porém é necessário que você entenda algo que talvez já deva conhecer: você é único. Você não é igual a nada e nem ninguém que já existiu, existe ou existirá em toda a história. Olhe para os seus dedos e entenda que as suas impressões digitais são únicas, pois Deus preocupou-se em desenhá-las detalhadamente para lhe fazer único e diferente de tudo e de todos. "Eu sou original!" .... "Você é original!".

Deus não fez você para se perder na multidão, mas Ele o fez para você fazer a diferença. Ele, seu Pai, não quer que você se conforme com o mundo e permita que tudo seja do mesmo jeito, sendo que há em você algo que o faz desejar a mudança e até alguns minutos atrás você sentia-se incapaz, mas agora você sabe que Deus o capacitou e provê todos os recursos para você realizar o propósito que Ele lhe deu.

Romanos 12:2
E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. 

De forma alguma permita que alguém julgue o seu potencial. As outras pessoas não vão realizar o que você irá, elas têm o propósito delas e precisam entender que Deus as capacitou.  Deus disse: "Ele é único, é minha obra prima e eu o fiz para pisar a sua cabeça e para participar da vitória de meu filho Jesus sobre você".

Viver em Verdade


3 de ago de 2015

Por que temos que conhecer a Cristo.


Muitos hoje se enganam que conhecem a Cristo.

O que NÃO SIGNIFICA conhecer a Cristo? ... Não significa conhecer certos dados históricos sobre Cristo; "não" se trata de um conhecimento intelectual, se trata de um conhecimento pessoal, se trata de um conhecimento espiritual. Exemplo: eu admiro um certo artista, sei onde ele nasceu, sei em que dia/mês/ano, sei o seu nome complete, sei dos seus gostos, etc., Eu sei algumas coisas dele mas, pessoalmente, eu não o vi, não o conheço, e nem sequer o saudei pessoalmente, não posso dizer que o conheço?

 - Conhecer a Cristo não se trata de sabermos que nasceu da Virgem Maria em Belém da Judeia, que foi um carpinteiro, que viveu na Judéia, no Egito, na Galiléia, morreu em Jerusalém por ordens de Póncio Pilatos, etc. Conhecer a Cristo não se trata de conhecer essas datas históricas de quem é Cristo na História, é muito mais que isso.

 - Conhecer a Cristo tampouco significa fazer uma oração de fé. Existem irmãos que usam essa frase como sinônimo de receber a Cristo por fé. Perguntam para as pessoas: “você conhece a Cristo” no sentido de “você recebeu a Cristo como seu Salvador?”, e isso não está mau, claro que não está errado..

E a verdade é que as pessoas não conhecem a Cristo com uma decisão de fé e uma oração, se seguem vivendo sem arrependimento e fé, isso não é conhecer a Cristo, pois uma pessoa pode fazer uma decisão e até mesmo aprender a dizer “Senhor Senhor” ou “Deus o abençoe”..

Então, o que é conhecer a Cristo? “Conhecer é reconhecer, sentir, apropriar-se”. Trata-se de um conhecimento por experiência, conhecer mais intimamente, conhecer com amor e confiança, é a palavra que se usa na relação entre (marido e esposa) para esse
conhecimento.

É querer conhecer muito mais, senti-lo, apropriar-se DEle, reconhecê-lo mais, ter mais comunhão com Cristo, amá-lo mais, aprender mais de Sua Pessoa, de Seus atributos, de Suas obras, do que Ele fez por nós, querer “conhecer mais do poder de Sua Ressurreição”, querer conhecer mais da participação de Seus sofrimentos.

1 de ago de 2015

Nova Criatura



     
    Em 2 Coríntios 5:17 diz:
“Assim, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; 
eis que tudo se fez novo.”

 Quando a Palavra ensina que se alguém está em Cristo é nova criatura é porque há também a criatura velha, aquela que foi forjada pelo diabo para deturpar a natureza humana e assim tirar do homem a essência de Deus na vida dele. Acontece que o PAI, pela sua imensa misericórdia, enviou Jesus para morrer em nosso lugar e, pela graça, sermos salvos da morte eterna nos tornando nova criatura.

 Adão, quando pecou, nos entregou as fraquezas da carne, fato que todos nós sofremos quando vimos ao mundo. O pecado cometido por Adão trouxe ao mundo a deturpação da essência divina no homem (e na mulher) e com isso ele pôde fazer a violência, a miséria, as doenças, o acidente, separação e destruição familiar, vícios, homicídios, roubo, adultério, prostituição, homossexualismo.

 Por sua vez, na morte redentora da cruz, Jesus, o FILHO DE DEUS, resgatou o direito de todo o que o aceitar como Senhor e Salvador ser feito filho de Deus (João 1:12) e, com este ato, ser lavado e remido pelo sangue precioso que ELE, JESUS, derramou na cruz fazendo com que nós alcançássemos o perdão tendo acesso novamente a nossa verdadeira imagem que é a de ser semelhança de nosso Deus e Pai.

A graça, ao nos reestruturar espiritualmente, fez com que pudéssemos ser nova criatura, gozando dos direitos inerentes ao filho e tendo a plena consciência que as coisas velhas, práticas de pecados, já passaram e que agora, o nosso viver é Cristo, ou seja: praticar o que o Senhor determina em sua Palavra para podermos ter tudo novo em nossa vida.

Infelizmente, alguns ainda perdem este privilégio não crendo que esta benção só pode ser alcançada pelo arrependimento da vida em pecado e pela consequente aceitação de Jesus Cristo como Senhor e Salvador, até porque Deus não deu outro nome pelo qual importamos ser salvos (Atos 4:12).

A nova criatura só é conquistada pelo nome de Jesus, quando o aceitamos como nosso Senhor e Salvador não havendo outra hipótese, sendo vão qualquer esforço humano para tentar conquistar esta bênção uma vez que ela só ocorre pela graça de Deus. João 14:15. “Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.”


Hoje, você tem a oportunidade de participar desta graça, basta pedir perdão dos seus pecados, se arrepender e aceitar Jesus como seu Senhor e Salvador e, a partir de agora, ser uma nova criatura em Deus e Jesus Cristo pelo Espírito Santo gozando dos benefícios da adoção de Deus.

A recompensa nos que creem no Senhor.


Deixai de ser como criança na Palavra.


12 de set de 2014

É momento de oração com Ap,Valdemiro Santiago


Prepare antes o seu copo com água
e no final da oração beba com fé.

video

Louvor


Muda Minha Vida - ouça este Louvor

video

5 de jan de 2013

Há na Bíblia alguma proibição ou restrição à ingestão de bebidas alcoólicas?



Há na Bíblia alguma proibição ou restrição à ingestão de bebidas alcoólicas?

Em Levítico 10.9-11, diz: E falou o SENHOR a Arão, dizendo: Vinho ou bebida forte tu e teus filhos contigo não bebereis, quando entrardes na tenda da congregação, para que não morrais; estatuto perpétuo será isso entre as vossas gerações, para fazer diferença entre o santo e o profano e entre o imundo e o limpo, e para ensinar aos filhos de Israel todos os estatutos que o SENHOR lhes tem falado pela mão de Moisés.

Fomos separados para Deus. Como reis e sacerdotes do Altíssimo, não devemos ingerir bebidas alcoólicas para não dar lugar à nossa carne e ao pecado. Além disso, em Provérbios 20.1, é dito o vinho é escarnecedor, e a bebida forte, alvoroçadora; e todo aquele que por eles é vencido não é sábio. O álcool compromete nossos reflexos e nosso bom senso, e prejudica a nossa saúde.

Essa droga psicotrópica, que atua no sistema nervoso central, pode causar dependência e mudança de comportamento. Além da euforia e desinibição, ela provoca falta de coordenação motora, sono e descontrole. Após alguns anos, os efeitos agudos do álcool são sentidos no fígado, no coração, nos vasos sanguíneos e no estômago.

Somos templo do Espírito Santo (1 Coríntios 3.16,17). Devemos, portanto, cuidar dele. Além de exercício físico e repouso adequado, precisamos adotar uma alimentação mais saudável e abster-nos de bebidas alcoólicas, fumo e do uso irresponsável e sem prescrição médica de medicamentos. Mesmo um copo de cerveja antes de dirigir pode ser fatal.

Você sabia que um copo de cerveja demora cerca de seis horas para ser eliminado pelo organismo? Uma dose de uísque, que é bem mais forte do que a cerveja, demora mais tempo ainda. Por isso, a nova lei de trânsito não admite qualquer teor alcoólico ao motorista, uma vez que, ao diminuir seus reflexos, a probabilidade de acidentes aumenta muito.

O uso do álcool a longo prazo também pode produzir dependência química e cirrose hepática, bem como causar problemas nos relacionamentos interpessoais, atrapalhando o convívio na família e no trabalho.

Em Romanos 6.16, Paulo exortou: "Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?"

Não devemos ser escravos de nada nem de ninguém, quanto mais de bebidas alcoólicas, que nada de bom acrescentam à nossa vida!

Há aqueles que contra-argumentam: “Ué, mas Jesus não bebeu vinho? Por que os cristãos também não podem?” Jesus e os judeus, de um modo geral, bebiam um tipo de vinho que era resultante da fermentação natural do sumo da uva. Além disso, a questão não é poder ou não poder beber; é não dever. Como Paulo disse em 1 Coríntios 6.12: Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.

Para evitar problemas e mau testemunho, há muitas coisas com aparência de mal de que o cristão deve abster-se. Jesus disse a seus discípulos: É inevitável que venham escândalos, mas ai do homem pelo qual eles vêm! (Lucas 17.1). Não podemos escandalizar ninguém, tampouco ser pedra de tropeço à fé de ninguém.

Foi isso o que Paulo afirmou em Romanos 14.13 - Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça, e em 1 coríntios 8.13 diz: Pelo que, se o manjar escandalizar a meu irmão, nunca mais comerei carne, para que meu irmão não se escandalize.

São pelas razões acima expostas que nós, evangélicos, não ingerimos bebidas alcoólicas e condenamos essa prática, que pode levar ao vício do alcoolismo, trazer danos à saúde e aos relacionamentos, acarretando a destruição de vidas.

Leiam também: Levítico 10; Provérbios 20; Romanos 14; 1 Coríntios 6; 8

26 de dez de 2012

A ciência e os padrões modernos.



 

Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia; 1 Coríntios 3:19

Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. 1 Coríntios 2:14

19 de dez de 2012

Natal, o nascimento de Cristo em nossa vida


O Natal representa o nascimento de Cristo dia após dia em nossa vida. Ser cristão é ser um pequeno Cristo nesta terra, um discípulo de Jesus que vive de acordo com o que Ele ensinou com sua própria vida.

E ela dará à luz um filho, e lhe porás o nome de JESUS, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados. (Mateus 1:21)

E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens. (Lucas 2:52)

Que o Natal seja uma data especial para você e para todos os seus familiares. Que neste dia, vocês possam repensar sobre o que o nosso Senhor e Salvador veio ensinar-nos com sua vida e com seu relacionamento com Deus e com os homens.

Que o amor, o perdão, a alegria, a paz, a bondade, a mansidão, a tolerância, a compaixão e o domínio-próprio sejam constantes em nosso viver diário! Que a intimidade com Deus, a unção, a autoridade e o poder divino sejam desenvolvidos em nossa vida diariamente até chegarmos à estatura de Cristo!

Meu desejo de todo o coração é que você e sua família tenham Jesus reinando em sua vida, para que as marcas dele estejam impregnadas em tudo o que fizerem, em suas palavras e atitudes. E, assim, todos verão e sentirão a diferença em seu viver, sendo atraídos para Deus por sua vida, seu modo de ser e de agir.

Que Deus o abençoe cada dia mais,
Um forte abraço e Feliz Natal.



Um forte abraço e Feliz Natal!

26 de nov de 2012

Por que devemos perdoar?

 
Perdoar é renunciar o passado para construir o futuro. A falta de perdão torna a pessoa prisioneira do seu passado. O profeta Isaias, disse: “Esqueçam o que se foi; não vivam no passado. Vejam, estou fazendo uma coisa nova! Ela já está surgindo! Vocês não o percebem? Até no deserto vou abrir um caminho e riachos no ermo. (Is 43:18-19) O passado não pode roubar nossa alegria de viver no presente e nem comprometer a construção do nosso futuro, por isso devemos perdoar. Como afirmei no inicio, o perdão é amnésia do amor, a faxina do coragem e a cura para as memórias amargar. Perdoar não é esquecer, mas lembrar e não sentir mais dor.
 

Um dia Pedro perguntou para Jesus se a quantidade de vezes que ele deveria perdoar o próximo era sete vezes. Jesus respondeu que era 70 vezes 7 (Mt 18.21,22) O que Jesus quis dizer para Pedro, é que na graça não existe contabilidade, devemos perdoar quantas vezes for necessário. Vamos ver cinco razões porque devemos perdoar sempre que for necessário.

Quem não perdoa não pode ser perdoado. Nos seus ensinos, Jesus insistiu em dizer: “Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas”. (Mt 6:14-15) A prática do perdão é algo que devemos levar muito a sério, porque é uma questão de salvação ou perdição eterna. Para chegar ao céu, obrigatoriamente todos tem que passar pela porta estreita do perdão. Não perdoar é muito perigoso.
 
Peça ajuda a Deus em oração e mostre que você quer realmente mudar, diga a Deus que quebre o coração duro de pedra e quebrandte o seu eu.

15 de out de 2012

As maiores mentiras deste mundo.


Deus não existe,
Todos os caminhos leva a Deus,
Que nada? Deus esta em todo o lugar,
Para agradar a Deus, basta fazer o bem,
O homem não foi criado, veio por evolução,
Andar com Deus basta não desejar o mal ao próximo e fazer o bem,
Deus nem sabe que eu existo,
Tenho tantos pecados que Deus nem vai me perdoar nunca,
Deus não esta preocupado comigo,
Você fez tantas coisas ruim agora se arrepende, e acha que Deus vai te perdoar,
Jesus foi um homem que passou aqui na terra que arrastou multidões, assim como, Mahatma Gandhi, Martín Luther King, Nelson Mandela, Malcolm X, e outros com suas filosofias.

É triste pensar que, em nosso meio, haja pessoas que pensam assim, mas essa é a verdade. Esses joios foram introduzidos pelo maligno para contaminar muitos, e o mais triste é que isso tem acontecido! É pelo fruto que se conhece quem é de Deus (Mateus 12.33), e não pelo dom ou pela capacidade carismática que alguns possuem.

Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo (Judas 1:4). Eles convertem a graça divina em dissolução e também negam o Senhor.

Faça firme a sua fé no Senhor, e nEle somente, e não em vãs filosofias de homens.

26 de set de 2012



Em nossos dias, podemos ver que na sociedade, nunca houve tantas pessoas com câncer como vemos nestes dias; parece que essa terrível doença ganhou o direito de oprimir e destruir livremente as pessoas. A diabetes também tem assolado praticamente todas as famílias; inclusive em alguns lares, quase todos sofrem desse mal de forma hereditária. Além disso, a obesidade virou flagelo nacional, ocasionando outros problemas, como pressão alta e acidente vascular cerebral comumente chamado avc.

Nos dias do profeta Isaías, o povo de Israel havia deixado o Senhor, atraindo, com isso, muitos males. Essa é uma lição valiosa para os nossos dias, pois, se deixarmos o nosso Deus, Ele também terá de nos deixar. (Marcos 8:38; Lucas 9:26). Não seria essa a razão de tantas famílias estarem sofrendo? É preciso fazer o caminho de volta e, o quanto antes, lavar as vestes no sangue de Jesus. Assim, os tempos de refrigério chegarão.

Os israelitas não se emendaram e, por isso, foram para o cativeiro. Quem não se arrepender não alcançará a salvação e o consequente perdão de seus pecados, marchando para a escravidão eterna, de onde jamais sairá (2 Pe 3:9).

Na época em que Isaías profetizava, não havia saúde e pureza entre os israelitas. Ora, será que há em nós? Imperavam no meio do povo feridas, inchaços e chagas. Mas Deus se referia somente a eles, ou também a nós, que temos sucumbido às tentações, as quais provocam os mesmos males? A juventude, por exemplo, parece ter enlouquecido, pois se tem entregado cada vez mais às drogas. Aliás, algumas autoridades até se declaram favoráveis a esse tipo de erro, deixando de apresentar uma saída eficaz para tal situação.

Pobre nação cujos príncipes são crianças (Ec 10:16)! Aonde vamos parar com todo tipo de engano sendo praticado e encoberto? Onde estão aqueles que poderiam servir de espelho para os fracos não caírem? Por que alguns insistem em dirigir o povo se não encontram ou não querem encontrar solução para os problemas? Está na hora de a mensagem do Evangelho ser pregada por quem realmente teme o Senhor; afinal, se nos calarmos, como as pessoas encontrarão ajuda?

O que fazer diante de tal situação? Não culpe ninguém pelo que lhe acontece. Tome a decisão de não mais servir a satanás, pois, assim, você verá o que Deus pode fazer pela sua vida. Apenas o Evangelho tem solução para a crise que se abateu sobre o país, e, como cristãos, podemos ajudar muito. Na verdade, somente a Palavra de Deus pode sarar o nosso povo, pois o mundo anda em trevas, e Jesus é a luz do mundo, e aqueles que o seguem andarão nesta luz.

22 de set de 2012

Qual a vantagem de ser justo.


O cetro da impiedade não domina aqueles que estão debaixo da Aliança do Senhor, porque eles são guiados pelo Espírito Santo. Então, a sorte dos filhos de Deus está livre da ação maligna, por isso, não devem estender a mão à iniquidade, mas precisam estendê-la para fazer algo apenas sobre o que Deus lhes dá.

O governo do inimigo não tem atuação sobre nós, que já recebemos Jesus como Senhor e Salvador. Somos povo de Deus e estamos em outra amplitude espiritual. Sobre nós reina o poder celestial, porque a Verdade nos libertou das artimanhas malignas. Sendo do Senhor Jesus, estamos, para sempre, livres dos clamores do inferno. Verdadeiramente, somos libertos das influências satânicas e nada, absolutamente nada, de mal nos pode atingir.

Os cidadãos do Reino celestial são governados pelo Espírito de Deus, e esse governo se dá pela Palavra. Para quem ainda não se converteu, o Livro de Deus não tem a mesma importância que para nós. NEle, somos orientados, guardados e dirigidos. No entendimento que recebemos ao ler a Palavra, percebemos que o Senhor reina sobre a nossa vida. A simples leitura ou audição da Bíblia nos traz paz ao coração, força para lutar e direção.

A nossa sorte está livre das ações do inimigo. Estamos livres! A autoridade do inimigo não nos pode tocar, pois já não lhe somos mais sujeitos. O Senhor nos colocou em um patamar espiritual onde o inimigo não nos consegue atingir. Ele pode tentar, mas jamais conseguirá tocar em nós. Estamos isentos de toda influência do mal!

Em sua obra de tentar, o maligno se mostra como o tal e se esforça para que acreditemos que não temos condições de vencer. Não se submeta às mentiras dele. A Palavra do Senhor declara que você é uma bênção, e isso basta. Já ao que o diabo anda espalhando a seu respeito, ao quadro sombrio que ele pinta sobre o que lhe pode acontecer, não dê a menor atenção. Ele é mentiroso (João 8.44), e tudo o que fala não tem a menor possibilidade de se realizar, a menos que você empreste a ele sua fé e faça o mal tornar-se real.

Temos de estender a mão para conseguir as coisas, contudo, nunca para fazer a impiedade. Somente as estenda ao Senhor Deus, para que ela realize a vontade dEle e recolha o que Ele lhe tem dado. A pessoa que nasce de novo é feita herdeira de Deus, co-herdeira com Jesus e, por isso, não precisa ficar desesperada para obter aquilo de que necessita. Basta orar e crer, a fim de que o poder de Deus atue em seu favor. Agora mesmo, veja o que você precisa e, destemidamente, entre na presença do Senhor determinando seu suprimento!

19 de set de 2012

Os que desprezam a Deus é uma boa companhia para o Cristão?


A pessoa que decide descrer da Palavra de Deus, e aqueles que não crêm por conficção, estes se deixam possuir pela pior loucura que o inferno já produziu e passa a ser alguém de alta periculosidade em todos os sentidos. A pessoa que abre o coração para o diabo pode fazer qualquer mal a você, portanto, fuja dos que não aceitam a Palavra de Deus.

Estas duas classes de pessoas começa a ser controlado pelas forças diabólicas e, por isso, não é bom ficar diante dele, pois o diabo poderá usá-lo em suas mais sujas operações. Somente o temor à Palavra do Senhor dá ao homem juízo sadio. Salmo 111:10 e Provérbios 1:7.

Coitado de quem, sem o poder de Deus, coloca-se diante dessa pessoa, pois o amor, a consideração e outras virtudes que são comuns ao homem normal não são encontrados nos loucos. Eles nem pensam duas vezes em fazer o mal. As Escrituras declaram que é preferível encontrar uma ursa de quem foram subtraídos os filhotes a estar diante dos loucos.

No entanto, os servos de Deus devem estar conscientes de que receberam poder ao serem batizados no Espírito Santo para libertarem esses infelizes. Na verdade, nós, servos do Altíssimo, somos os únicos com poder para livrar essas pobres e infelizes vidas.

O grande perigo é a pessoa abrir o coração para o inimigo. Porquê? O diabo usa os que se dão a ele das mais diversas e perdidas maneiras. Os loucos não têm vontade própria, pois são dominados e dirigidos pelo gênio do mal. Agora, quem se oferece a Deus para libertar esse tipo de gente consegue a maior glória que alguém poderia desfrutar.

Como membros do Corpo de Cristo, estamos autorizados e armados para a batalha que liberta essas pessoas. Não tema o que o inimigo aparentemente possa fazer, pois você pode tudo desde que o Senhor o esteja fortalecendo.Filipenses 4:13.

Deus não fala nada por acaso nem nos adverte à toa. O inimigo é pernicioso, astuto e está sempre em batalha para destruir aqueles que não são fiéis ao Senhor. Já o Pai protege todos os que dão à Sua Palavra o respeito e atenção devida, e guarda os que são dEle. 2 Timóteo 2.19; 2 Tessalonicenses 3:3.

É bom manter uma distância daqueles que desprezam a Verdade, mas precisamos anunciar-lhes a mensagem libertadora do Evangelho, sem mantermos comunhão com eles. Observar, analisar e presenciar o que eles fazem podem contaminar até os mais santos. Não é necessário conhecermos as profundezas de Satanás, basta ter ciência do que o Senhor nos dá.

13 de set de 2012

Você faz parte da família da Vitória.


Não pense pequeno. Antes, no mundo, você até podia não ter muito valor, mas, agora, sendo aceito na família divina, passou a ser concidadão de Abraão, Davi, Elias, Pedro, Paulo e dos demais gigantes da fé. Você se tornou membro da família de Deus, portanto, tudo aquilo que o Pai tem lhe pertence. Você não foi aceito por acaso, mas, sim, recebido com honras e direitos para fazer o que agrada ao Pai. Então, assuma a sua posição e faça valer os seus direitos. Em Cristo, usando o Nome de Jesus, você é a pessoa que Deus quer usar. Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos Santos e da família de Deus (Efésios 2.19).

O Senhor não o chamou para sofrer ao lado dEle, mas para desfrutar da vida abundante que Jesus veio trazer (João 10.10). Ele quer fazer de você uma bênção, para que outros também possam ser abençoados. Em Abraão foram benditas todas as famílias da Terra (Gênesis 12.3), e, em você, o Todo-Poderoso quer abençoar outros também. Diante disso, não pense em coisas pequenas, mas naquilo que, em Sua Palavra, Ele tem-lhe falado.

Se as pessoas ao seu redor nunca lhe deram um valor expressivo, agora, você tem condições de pensar grande, pois foi chamado para ser herdeiro de Deus e co-herdeiro com Jesus Cristo (Romanos 8.17). É preciso acreditar naquilo que o Senhor fala ao seu coração, pela leitura bíblica ou pregação do Evangelho. Lembre-se de que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra (Romanos 10.17).

A sua sorte está garantida, pois foi aceito na família divina. Como os heróis da fé no passado venceram, o Todo-Poderoso espera que, hoje, Seus heróis também vençam. Eles serviram ao Senhor em seus dias, e, hoje, somos quem Deus irá usar. Ele precisa ter gigantes na fé em nossa época, como nos dias bíblicos, para cumprir Sua vontade.

Se já aceitou Jesus como Salvador e Senhor, reflita no fato de que é membro da família divina. Isso faz toda a diferença, pois, como tal, você tem o direito de usar o Nome dEle, o qual é o responsável pelas operações de Deus no mundo (Atos 4.12).

Jesus afirmava que tudo o que o Pai possuía pertencia a Ele. O mesmo ocorre conosco. O Mestre disse que foi feita uma festa no Céu pela sua conversão (Lucas 15.10). Agora, faça todo o esforço para que Ele Se alegre com as suas ações.

A partir deste momento, seja a bênção que o Altíssimo planejou para que os da Sua família fossem, pois, para isso, Ele o fez rei e sacerdote (1 Pedro 2.9). Sendo concidadão dos santos, entenda que o Pai não o fez inferior a nenhum deles. Todos são iguais perante Deus.