Páginas

17 de fev de 2011

Mas o que é graça?


Paulo resumiu suas incontáveis virtudes chamando-as de “suprema riqueza”. Ele especificou algumas dessas riquezas em sua carta aos Efésios 2.

Graça, portanto, é: o favor de Deus concedido a pessoas que não merecem (v.1); o instrumento de Deus para trazer salvação para todo aquele que crê (v.8); a provisão de Deus de comunhão espiritual com outras pessoas (vs 5,6); e a influência criativa de Deus que equipa o crente para cumprir Seus propósitos (v.10).

A graça de Deus não é somente maravilhosamente rica, mas também gratuita, porque o próprio doador da graça pagou o alto preço.

Se alguém se esforça para ser salvo procurando ser bom cumpridor da lei, tudo o que conseguirá é conhecer sua própria impotência, pois a lei só mostra o que ele realmente é.

A graça de Deus, diferentemente, nos capacita a andar nos caminhos de Deus, pois é o próprio Senhor Jesus que vive em nós e nos supre a força necessária para fazê-lo.

A Bíblia diz que “a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens”, e acrescenta: “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus” ( Tito 2.11; Efésios 2.8 ).

“Entrega, pois, o teu caminho ao Senhor Jesus, confia Nele, e o mais Ele fará”.

Nenhum comentário: